Refugiados da Síria vão estar nas paraolimpíadas do Rio de Janeiro

Nas olimpíadas do Rio de Janeiro alguns atletas era refugiados da Síria e nas paraolimpíadas não vai ser diferente, vai ter alguns atletas que são refugiados. O O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) anunciou nessa ultima sexta-feira (26) que dois atletas refugiados vão estar nas paraolimpíadas do Brasil, o sírio Ibrahim Al-Hussein, da natação, e o iraniano Shahrad Nasajpour, do atletismo. Os dois vão fazer parte da equipe de Atletas Paralímpicos Independentes, que compete sobre a bandeira do IPC.

Refugiados da Síria vão estar nas paraolimpíadas do Rio de Janeiro

Refugiados da Síria vão estar nas paraolimpíadas do Rio de Janeiro

Conheça esses dois atletas

Al-Hussein que é da natação teve a sua perna direita amputada depois de uma explosão que aconteceu no seu país natal, e hoje está vivendo em Atenas, na Grécia. Ele vai participar das seguintes provas 50m e 100m livres da classe S10, o atleta Sírio participou do revezamento da tocha olímpica, quando ela estava saindo da Grécia, carregou o símbolo das olimpíadas em um campo de refugiados.
Nasajpour que é do Irã vive hoje nos Estados Unidos, o atleta nasceu com paralisia cerebral e vai disputar a prova de lançamento do disco da classe F37.
A equipe de atletas refugiados será a primeira a entrar no Maracanã, no desfile de abertura das paraolimpíadas.