Saiba mais sobre o atletas militares

Você deve estar se perguntando porque alguns dos atletas brasileiros ao subirem no pódio tem feito o gesto de continência (gesto muito famoso nas forças armadas) e deve ter ficado ainda mais curioso após o atleta Arthur Zanetti ter ganhado a medalha de prata, ter feito a continência no pódio e o treinador do atleta, Marcos Goto, ter criticado o gesto e as forças armadas, segundo o treinador, pegar atleta em alto nível é fácil, mas agora pegar desde a base quando o atleta ainda não é conhecido, não há um investimento nesse ponto. Iremos explicar tudo sobre esse investimento das forças armadas em nossos atletas

O que é a continência?

A continência é um gesto de cumprimento militar e uma maneira de manifestar respeito soa superiores, companheiros, subordinados e símbolos, como é o caso da bandeira nacional. O gesto é feito de pé com o movimento da mão com a palma virada para baixo até a cabeça.

O gesto é antigo, surgiu na era medieval, nessa época os cavalheiros costumavam levantar o elmo como um gesto similar a continência, esse gesto era feito para mostrar respeito aos companheiros e superiores, então sempre que um soldado encontrava-se com um aliado, ele levantava o elmo para olhar diretamente para os olhos do outro cavalheiro em sinal de reafirmação da aliança e habilidades.

De onde surgiram esses “atletas militares”?

Esses atletas surgiram do Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR) criado em 2008. O Ministério do Esporte em conjunto com o Ministério da Defesa decidiram criar esse programa em 2008 para fortalecer a equipe militar do Brasil em eventos esportivos de alto nível.

A convocação é feita através de edital publico e o alistamento é de forma voluntaria, já o processo de seleção é feito através do rendimento dos atletas, ou seja, leva-se em conta os resultados dos atletas obtidos em competições internacionais e nacionais.

Como é a preparação?

Após ser selecionado o atleta devera fazer um estágio rápido e enquanto é feito esse estágio, os atletas podem continuar treinando e competindo normalmente.

Quais são os benefícios?

Como falamos acima, os atletas não são obrigados a se alistarem, é voluntario, mas os que aceitarem e passarem terão a disposição um salario que costuma ser de R$ 3,200 + outros tipos de ajuda que podem vir de bolsa pódio, patrocinadores e bolsa atleta, 13° salário, férias, plano de saúde, recursos humanos nas comissões técnicas e ginásios para treinos, nesse caso seriam instalações miliares, além da participação em competições do Conselho Internacional do Esporte Militar (CISM).

É obrigatório prestar continência no pódio?

Tantas continências no pódio brasileiro pode ter levantado a questão. É obrigatório prestar continência no podia devido ao investimento? Bem, vamos lá acabar com essa duvida, não é obrigado prestar continência ao subir no pódio, fica a critério do atleta e muitos estão fazendo isso por respeito.

Quais as modalidades estão inclusas no programa?

Atualmente o programa tem 26 modalidades olímpicas inclusas:

  1. Atletismo
  2. Badminton
  3. Tiro
  4. Vôlei
  5. Judô
  6. Maratona
  7. Boxe
  8. Vela
  9. Nado sincronizado
  10. Levantamento de peso
  11. Handebol
  12. Vôlei de praia
  13. Taekwondo,
  14. Natação
  15. Ciclismo
  16. Saltos Ornamentais
  17. Futebol
  18. Tiro com arco
  19. Remo
  20. Pentatlo moderno
  21. Esgrima
  22. Lutas associadas
  23. Golfe
  24. Basquete
  25. Hipismo
  26. Natação

Ainda há inclusas outras 3 modalidades que não são olímpicas:

  • Cross Country
  • Lifesaving
  • Futebol de areia

Como não poderia deixar de ser, há também as modalidades militares, estão inclusas 5 modalidades:

  • Pentatlo militar
  • Pentatlo Naval
  • Paraquedismo
  • Orientação
  • Pentatlo aeronáutico

 

Os militares nas Olímpiadas.

 

A diferença de atletas militares presentes entre a Olímpiadas de Londres no ano de 2012 e a do Rio em 2016 é grande. Em 2012, o número de atletas militares presentes na delegação brasileira no total era 259 atletas, dentre esses atletas, 51 atletas eram atletas militares e conseguiram conquistar 5 medalhas. Já esse ano no Rio 2016, o número de atletas é de 145 de 465, e o número de medalhas conquistadas pelos atletas militares foram de 13 medalhas de um total de 19.

Dos 465 atletas brasileiros que disputaram as Olimpíadas Rio 2016, cerca de 30% eram militares. Não por acaso, a conquista da primeira medalha do país na competição foi garantida por um militar das Forças Armadas, o terceiro sargento do Exército Felipe Wu.

O programa de atletas militares irá continuar e a expectativa é que o Brasil consiga conquistar ainda mais medalhas. Nas Olimpíadas do Rio 2016, o Brasil teve o seu melhor desempenho, a torcida foi um grande incentivo, mas todos nós esperamos repetir uma grande campanha no Japão em 2020 e quem sabe fazer também a melhor campanha.