Vôlei de praia feminino, as duplas estão definidas para Tóquio 2020, mas será que permanecem até lá?

O vôlei de praia feminino nessas olimpíadas fez algo que só tínhamos visto em 2000, quando duas duplas brasileiras do vôlei vão para a final, Bárbara/Ágatha que ficaram com a prata e Larissa/Talita que ficaram em quarto lugar, talvez todos estavam esperando mais das duas duplas, afinal o vôlei feminino era grande candidato a medalha de ouro nessas olimpíadas do Rio e ainda continua sendo para as Olimpíadas de 2020 em Tóquio, mesmo com a troca das duplas.

Volei de praia feminino as duplas estao definidas para Toquio 2020 mas sera que permanecem ate la

Vôlei de praia feminino as duplas estão definidas para Tóquio 2020 mas será que permanecem ate lá

Apenas uma dupla se separou as outras duplas permanecem juntas

Apenas Bárbara e Ágatha anunciaram a separação, Larissa e Talita continuam firmes para as olimpíadas de 2020, e no masculino Pedro Solberg e Evandro cheios de planos para 2020 e os campeões Alison e Bruno querem conquistar mais uma medalha de ouro em Tóquio. A atleta Ágatha havia anunciado antes a sua nova companheira, até dezembro ela treina com Carol Solberg e em Janeiro começa os treinos com Duda, já pensando nas olimpíadas de 2020, em Tóquio.

Bárbara Seixas já definiu sua nova companheira, veja quem é

Na ultima terça-feira Bárbara Seixas fez o anuncio de quem seria a sua nova companheira para Tóquio 2020, Fernanda Berti vai estar ao lado dela nas próximas olimpíadas, o anuncio foi feito no primeiro treino, que foi na Praia do Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, as duas treinarão com o comando de Rico de Freitas, que é marido de Babi e também treinava Ágatha e Barbara.

Vôlei de praia feminino, as duplas estão definidas para Tóquio 2020, mas será que permanecem até lá?

Vôlei de praia feminino, as duplas estão definidas para Tóquio 2020, mas será que permanecem até lá?

Para as próximas olimpíadas o Brasil vai contar com duas duplas masculinas como de costume e três duplas femininas, nas olimpíadas do Brasil foram duas duplas femininas. Vamos torcer para todos continuarem juntos e trazer medalhas para o Brasil, em Tóquio 2020.